top of page

VAGA DE EMPREGO EM MOÇAMBIQUE: ASSITENTE NACIONAL DE SEGURANÇA - FAO


A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) contribui para a realização da Agenda 2030 através do Quadro Estratégico da FAO, apoiando a transformação para sistemas agroalimentares MAIS eficientes, inclusivos, resilientes e sustentáveis, para uma melhor produção, uma melhor nutrição, um melhor meio ambiente e uma vida melhor, sem deixar ninguém para trás.


Ambiente Organizacional

Os Serviços de Segurança (CSLS) visam garantir um ambiente operacional seguro e protegido e a continuidade das operações nos Escritórios da FAO em todo o mundo, apoiando a implementação de atividades principais relacionadas à segurança e proteção do pessoal da FAO em todo o mundo e garantindo a conformidade da FAO com a Gestão de Segurança das Nações Unidas. Diretrizes e políticas do sistema (UNSMS). O Oficial Profissional Nacional (Segurança e Protecção) apoia os aspectos de segurança das actividades da FAO em Maputo, Moçambique. Ele/ela é adicionalmente responsável por apoiar o Oficial Designado para Segurança da UNSMS do país, sob a coordenação do Conselheiro Principal/Chefe de Segurança do país.

O posto está localizado nos Serviços de Segurança (CSLS) da Divisão de Serviços Logísticos (CSL) e sediado em Maputo, Moçambique.


Linhas de Relatório

O Assistente Nacional de Segurança trabalha sob a supervisão do Representante da FAO em Moçambique, com a orientação técnica do Chefe dos Serviços de Segurança (CSLS) e do Conselheiro de Segurança Regional (CSLS).


Foco Técnico

Fornecer apoio operacional e aconselhamento ao Representante da FAO sobre segurança e proteção no país.


Principais resultados

Proteção eficaz e eficiente da integridade das instalações, ativos e operações da FAO, bem como da segurança e proteção do pessoal da FAO.



Principais funções

  • Fornecer, em estreita colaboração com a Unidade de Segurança de Campo na sede, aconselhamento ao Representante da FAO sobre a manutenção da segurança do pessoal, instalações e activos da FAO, em linha com as políticas e directrizes de gestão de segurança da UNSMS e da FAO.

  • Apoiar o monitoramento e implementação, conforme necessário, de medidas técnicas de segurança, conforme descrito no Plano de Segurança da Área, documento do processo de Gerenciamento de Riscos de Segurança (SRM), Medidas de Segurança Residencial (RSM), Avaliações de Conformidade de Riscos de Segurança, Procedimentos Operacionais Padrão (SOPs) e documentos associados.

  • Apoiar a monitorização da situação de segurança em todo o país, apoiar a coordenação das avaliações de riscos de segurança para o Escritório Nacional e sub-escritórios e fornecer ao Representante da FAO uma análise independente das ameaças emergentes à segurança do pessoal, operações, instalações e activos da FAO. Facilitar a implementação de medidas recomendadas de prevenção e mitigação.

  • Auxiliar o Escritório Descentralizado da FAO na manutenção de informações de segurança atualizadas e preparar relatórios periódicos sobre a situação, garantindo que o Representante da FAO e a Unidade de Segurança de Campo na sede sejam regularmente informados sobre a situação de segurança.

  • Preparar Planos de Contingência e POPs para o escritório nacional e sub-escritórios e ser fundamental na implementação de medidas de segurança reforçadas.

  • Realizar treinamento/instruções sobre procedimentos de segurança e proteção, incluindo procedimentos de comboio e evacuação, e garantir que o pessoal esteja familiarizado e cumpra as diretrizes e precauções de segurança.

  • Entregar instruções regulares de segurança a todo o pessoal da FAO baseado ou em missão no país.

  • Reportar sistematicamente incidentes de segurança ao Representante da FAO e à Unidade de Segurança no Campo na sede.

  • Auxiliar na realização de avaliações periódicas de segurança das instalações e equipamentos da FAO; fornecer aconselhamento sobre lacunas na preparação para a segurança com melhorias e soluções recomendadas, de acordo com as Medidas de Gestão de Riscos de Segurança aprovadas.

  • Fornecer apoio na seleção e aquisição de equipamentos/infraestruturas de segurança apropriados.

  • Garantir a participação da FAO nas reuniões da Equipa de Gestão de Segurança das Nações Unidas (SMT) e da Célula de Segurança, actuando como segundo suplente do Representante da FAO nas reuniões da SMT para as reuniões da Célula de Segurança. Apoiar a ligação com o Departamento de Segurança e Protecção das Nações Unidas (UNDSS) e as autoridades competentes de aplicação da lei, incluindo agências de segurança nacional, conforme apropriado.

  • Desempenhar quaisquer outras funções relevantes.


Funções Específicas

  • Apoiar a implementação e a participação do pessoal no Sistema de Notificação de Emergência da FAO.

  • Realizar missões aos locais do programa e avaliar as condições de segurança locais prevalecentes, identificando tendências de segurança, e aconselhar o pessoal da FAO, o pessoal do projecto e os familiares elegíveis sobre potenciais questões de segurança.

  • Apoiar o planeamento e coordenação de exercícios de segurança obrigatórios nas instalações da FAO no posto de serviço.

  • Apoiar a gestão de equipamento e pessoal de segurança, incluindo inventário, a prestação de formação alargada.


OS CANDIDATOS SERÃO AVALIADOS DE ACORDO COM O SEGUINTE

Requerimentos mínimos

  • Nacionalidade moçambicana.

  • Diploma universitário avançado em gestão de riscos ou emergências, ciências sociais/políticas, ciências militares, administração pública, aplicação da lei, direito ou áreas afins e um ano de experiência profissional relevante em gestão de riscos e/ou serviços de segurança e proteção em um serviço de segurança nacional e/ou ambiente militar OU Um diploma de primeiro nível em gestão de riscos ou emergências, ciências sociais/políticas, ciências militares, administração pública, aplicação da lei, direito ou área relacionada e dois anos de experiência profissional relevante em gestão de riscos e/ou segurança e serviço de segurança em ambiente de segurança nacional e/ou militar.

  • Conhecimento prático (proficiente – nível C) de inglês.

  • Conhecimento prático (proficiente – nível C) do idioma local.


Competências

  • Foco em Resultados

  • Trabalho em Equipe

  • Comunicação

  • Construindo Relacionamentos Eficazes

  • Compartilhamento de Conhecimento e Melhoria Contínua

Habilidades Técnicas/Funcionais

  • É desejável experiência de trabalho em mais de um local ou área de trabalho, especialmente em cargos de campo.

  • Extensão e relevância da experiência em gestão de riscos e/ou serviços de segurança e proteção num ambiente de segurança nacional e/ou militar.

  • O nível de conhecimento do UNSMS ou de regras e procedimentos operacionais padrão é considerado uma vantagem.


Prazo para inscrição: 19 de Fevereiro de 2024

Países da CPLP elegíveis para esta oportunidade: Guiné-Bissau

Para mais oportunidades como esta, faça parte do nosso grupo do whatsaap através do seguinte link: https://chat.whatsapp.com/JOZgQAIj2IOBHoIMkIiXnm

Recebas as oportunidades por email: https://bit.ly/4188LL6 

Visite o site oficial em: www.oportunidadescplp.info/ 

Ou Siga-nos também pelo:



204 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page