top of page

Subsídios/prêmios para investigar crimes ambientais na África aberto para jornalistas

A Iniciativa Global Contra o Crime Organizado Transnacional , trabalhando com a Fundação Henry Nxumalo e o Centro Oxpeckers para Jornalismo Ambiental Investigativo , está oferecendo bolsas a jornalistas para investigar crimes ambientais na África.


Prazo para inscrição: 31 de agosto de 2021.

 

Os subsídios têm como objetivo permitir e incentivar a exposição de crimes ambientais de qualquer tipo e dar aos jornalistas tempo e recursos para fazer esse tipo de reportagem. As bolsas variam de US $ 1 mil a US $ 5 mil, dependendo do escopo da investigação, e o trabalho deve ser concluído em quatro meses.

Qualquer jornalista ou equipe de jornalistas pode se inscrever, e o trabalho pode ser feito em qualquer meio / mídia.


As decisões sobre os vencedores são feitas por um painel de especialistas e são tratadas de forma confidencial.

Será sua responsabilidade fazer com que o material seja publicado / transmitido. Indique-nos onde pretende publicar / transmitir. Uma expressão de interesse da editora / emissora ajudará na sua aplicação.

Os candidatos também devem apresentar um currículo, um orçamento e, se possível, uma manifestação de interesse de um editor / locutor. Devem ser enviados para: GrantApplicantsAfrica@gmail.com


Países da CPLP elegíveis para esta oportunidade:

Angola, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe.


19 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page