top of page

Programa de Empreendedorismo de Mulheres Indígenas e Comunitárias Locais da OMPI 2021

O Programa WIPO de Treinamento, Mentoria e Match-Match sobre Propriedade Intelectual para Mulheres Empresárias de Povos Indígenas e Comunidades Locais, visa incentivar o empreendedorismo, a inovação e a criatividade das mulheres relacionadas ao conhecimento tradicional e às expressões culturais tradicionais, fortalecendo a capacidade dos indígenas e Mulheres empresárias da comunidade local devem fazer uso estratégico e eficaz de ferramentas de propriedade intelectual para apoiar suas atividades empresariais.


Prazo para inscrição: 6 de setembro de 2021

 

O programa oferece as participantes a oportunidade de:

  • desenvolver capacidades em propriedade intelectual e adquirir as competências necessárias para uma utilização eficaz do sistema de propriedade intelectual, incluindo na economia digital;

  • adquirir conhecimento básico de campos relacionados úteis em um contexto empresarial, como modelagem de negócios, marketing e narrativa digital;

  • beneficiar do apoio de um mentor para continuar a desenvolver e implementar projetos e negócios baseados em conhecimentos tradicionais e / ou expressões culturais tradicionais que tenham uma componente de propriedade intelectual; e

  • reúnir-se com as participantes do Programa, compartilhar e aprender com as experiências das outras, mas também encontrar parceiras em potencial que podem fornecer suporte na implementação dos componentes de propriedade intelectual de seus projetos e negócios.

Requisitos

Mulheres empresárias de povos indígenas e comunidades locais, como artesãs, designers, artistas performáticos, pesquisadores, curandeiros ou pequenos agricultores, que estão planejando ou já iniciaram um projeto ou negócio com base em conhecimentos tradicionais e / ou expressões culturais tradicionais com um componente de propriedade intelectual, são incentivadas a se inscrever.

A WIPO selecionará até 25 participantes. Desde que um número adequado de candidaturas seja recebido, todos os esforços serão feitos para selecionar pelo menos dois participantes de cada uma das sete regiões geoculturais reconhecidas pelo Fórum Permanente das Nações Unidas sobre Questões Indígenas, a saber (i) África; (ii) Ártico; (iii) Ásia; (iv) América Central, América do Sul e Caribe; (v) Europa Oriental, Federação Russa, Ásia Central e Transcaucásia; (vi) América do Norte; e (vii) as regiões do Pacífico.

As inscrições de jovens empresárias indígenas e da comunidade local são fortemente encorajadas.

As candidatos devem enviar um formulário de inscrição devidamente preenchido até 6 de setembro de 2021


Países da CPLP elegíveis para esta oportunidade:

Angola, Brasil, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Macau.


17 visualizações0 comentário

Yorumlar


bottom of page